O blog não tem sobrenome

18, julho, 2007 at 8:12 pm Deixe um comentário

Estava lendo há pouco no Webinsider um post de Gilberto Alves Jr., comentando que o blog, apesar de ter nascido como diário de adolescente [sic], tornou-se ferramenta poderosa de publicação de conteúdo para jornalistas, escritores, etc. Até aqui concordo.

Mais à frente, ele sugere que seja feita uma distinção entre ‘blog de conteúdo’ e ‘blog pessoal’. O ‘blog de conteúdo’ é um blog para tratar determinado assunto, para alcançar um nicho. Esse é um ‘blog sobre vinhos’ e aquele é um ‘blog sobre tecnologia’. Por outro lado, o ‘blog pessoal’ é para as pessoas divulgarem suas experiências cotidianas, o tal ‘diário de adolscente’. Esse é o blog para se divulgar fotos do churrasco para os amigos. Por fim, o autor prevê que a molecada vai aos poucos migrar para alguma nova rede social (Orkut, Flickr, Youtube, etc.) e o blog vai começar a ser cada vez mais visto como uma fonte confiável de informação. Aqui começo a discordar…

Um blog pessoal não é, necessariamente, uma fonte não confiável de informação. Artistas, atletas, empresários possuem blogs e expressam opiniões legítimas neles. O mais importante é a relevância. Os blogs poderiam (mas não deveriam) ser classificados em ‘blogs relevantes’ e ‘blogs irrelevantes’. Digo que não deveriam, porque o conceito de relevância é relativo. O que é relevante para mim pode ser irrelevante para você. E aí está a beleza da internet. O joio é separado do trigo com um clique de mouse, e tem gente que chama de joio o que eu chamo de trigo. Não gostei, fecho a janela e não volto mais. Gostei, cadê o link para o rss?, amanhã vou olhar isso de novo. A informação está cada vez mais acessível e o leitor (ou ouvinte, ou telespectador) tem que ser cada vez mais crítico. Antigamente, você lia o Estadão, assistia o Jornal Nacional, pesquisava na Barsa e estava informado. Hoje a experiência é muito mais rica e complexa. Além de informação, buscam-se opiniões, referências, idéias, para confrontá-las, espremê-las e tentar tirar algum suco disso. Sou contra a dar sobrenomes ao blog. O maniqueísmo está em baixa. A internet não é preta ou branca, é cinza.

Anúncios

Entry filed under: Blog, Opiniões, Tecnologia, Web.

Alternativas para a inclusão digital Desinvestimentos no Second Life

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Cadê o texto que eu vi aquele dia?

julho 2007
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Alguns links....

RSS Um pouco de tudo

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Feeds

Blog Stats

  • 36,592 hits

%d blogueiros gostam disto: