A Ladeira da Lapa

25, junho, 2007 at 9:29 pm 1 comentário

A Ladeira da Lapa desce íngreme serpenteando o bairro, com casas simples de um povo humilde. A pobreza faz o tempo passar mais devagar por lá: automóveis com ar condicionado, TV a cabo, portão elétrico, interfone, nada disso se vê. A molecada brinca na rua, pipas enroladas nos fios, futebol, pião e bolinha de gude no campinho e, claro, carrinhos de rolimã, com os rolamentos que o seu Manoel da mecânica da rua de baixo arruma para as crianças.

– Quem chegar primeiro escolhe o time!

– O último é goleiro!

Carrinhos descendo a toda velocidade, criançada inconseqüente. Vento balançando os cabelos, sorriso careado, o som dos rolimãs no asfalto precário.

– Hahaha! O Tonico vai pro gol!

Vai nada. Na curva ele passa todo mundo. O carrinho é bem cuidado, põe graxa sempre nas esferas, faz a curva sem frear, deixando os trouxas pra trás. Levanta a cabeça, fecha os olhos, sente a glória batendo no peito.

Pega eu agora, cambada!

Dona Zenilda vem atravessando a rua com o carrinho de feira. Tenta correr, a idade não deixa, Tonico joga o carrinho de rolimã para o lado, franze o rosto, derrapa, capota, rala-se todo, acerta o carrinho de feira, que tomba e espalha as frutas pela ladeira. Lá embaixo pivete abandona o pião para chupar mexirica sem cerimônia.

A velha ralha, a mãe puxa a orelha, vai de castigo para o quarto.

Acorda de manhã com algazarra na rua.

– O Marquinho ganhou um vídeo-game!

Engole o café da manhã de qualquer jeito, beija a mãe, sai correndo. Na casa do Marquinho, um bando de criança na sala ao redor do brinquedo novo.

– Eu primeiro!

– Depois eu!

Campinho vazio, rolimã enferrujando, pipa rasgada, Dona Zenilda atravessa a rua, tranqüila. A Ladeira da Lapa nem parece mais tão inclinada assim.

Anúncios

Entry filed under: Contos, Textos. Tags: , , , , .

Madeira plástica Conversa de Homem

1 Comentário Add your own

  • 1. Gil Giardelli  |  25, junho, 2007 às 10:52 pm

    Hey Naddeo, bom te ver na blogosfera! Brinquei muito nessas ladeiras da lapa, pompeia, vila hamburguesa e saudades das pipas, futebol na ladeira e carrinhos de rolimã …. abracao Gil Giardelli

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Cadê o texto que eu vi aquele dia?

junho 2007
S T Q Q S S D
    jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Alguns links....

RSS Um pouco de tudo

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Feeds

Blog Stats

  • 36,592 hits

%d blogueiros gostam disto: